Referências:  

SERGIO MATTOS POR DEBORA BURINI - 2013

PERFIL DE SERGIO MATTOS POR ILUSKA COUTINHO - PUBLICADO NO ANUÁRIO DA UNESCO -2010

SÉRGIO MATTOS - Um Perfil do Jornalista - 2010

 

UMA FIGURA IMPAR

Narrar, descrever, contar o papel dos indivíduos e inserindo-os no contexto social de seu tempo é um atributo do talento dos novos jornalistas e dos tempos que vivemos.

Os textos dos perfis biográficos nos ensinam e ajudam na compreensão do passado, onde uma história sem nomes e rostos é uma enumeração de dados. Agora, a história real das pessoas é capaz de nos comover, pois no final das contas, elas serão sempre as principais protagonistas do enredo. Neste trabalho que a Jamile Teixeira nos apresenta está a confirmação de um destes grandes momentos da produção acadêmica da universidade brasileira: uma história de vida que já era devida de muito tempo à sociedade baiana – a trajetória de Sérgio Augusto Soares Mattos.

Com muita argúcia e sensibilidade, Jamile, nas paginas deste trabalho, apresenta-nos uma figura ímpar do jornalismo, como profissional e professor, do talentoso e inspirado poeta, do historiador e escritor de múltiplos assuntos, do cidadão nascido no Ceará mas com tantas e merecidas cidadanias baianas.

Assim, a maior recompensa que podemos receber é o necessário para conquista o sucesso na vida. E é este o propósito muito bem apresentado por Jamile.

 

 Robério Marcelo R. Ribeiro

(Texto do Prefácio do livro)

UMA RICA NARRATIVA - A Pluralidade de Sérgio Mattos -2010

 

“Neste livro, Renata Rocha nos oferece uma narrativa rica e atraente que acompanha a trajetória que levou Sérgio Mattos a aproximar-se do mundo jornalístico, artístico e cultural gerando uma contribuição significativa à sociedade baiana com seus textos críticos, poesias, músicas, entre outras obras. A autora identifica as contribuições do escritor para o campo do pensamento comunicacional e da literatura brasileira com bastante riqueza de detalhes. [...] A autora revela as nuances dessa personalidade singular, que alia inovação e criatividade no campo jornalístico e artístico”.

Maria de Fátima Araújo Frazão

(Mestre e professora universitária – trecho da orelha do  livro)

CAMINHANDO PELO TEMPO - 2009

OBRA DE MEMÓRIAS

 

 

Esse livro, de meu primo e amigo Ivan Dorea Soares, não é apenas sobre um autor. É uma obra de memórias pessoais e históricas dele mesmo e de um amigo, o escritor, poeta e jornalista Sérgio Mattos.

Trata-se de um livro que perpassa o tempo subjetivo de duas pessoas amplamente conectadas com a história e a política de seu tempo. Por conta disso, não é, como diria o filósofo Bérgson, um tempo só deles. Ivan, que é escritor e arqueólogo, revelou como momentos históricos, não vividos apenas por ele e Sérgio, podem influenciar a vida pessoal de cada um de nós.

GUGA DOREA

(trecho da orelha do livro)

Perfil de Sergio Mattos por Gutemberg Cruz- 1998

As personalidades aqui reunidas cultivaram as artes, as letras, a política, as manifestações da inteligência e os sentimentos, e, pela cultura, abriram perspectivas e horizontes no limiar de um novo tempo. O objetivo é ressaltar as grandes figuras do passado e também os contemporâneos, que pela sua participação na vida pública baiana, deram o melhor de si mesmos nos diversos campos da atividade humana. Esses vultos que se projetaram, na sua época, na administração, na atividade privada, no cenário cultural, enfim em todos os setores, pelo seu trabalho, pela sua formação humanística.

Por isso procuramos referenciar esses nomes, para não ficarem esquecidos – como é
comum nos dias atuais – mostrando suas trajetórias em síntese.

 

Gutemberg Cruz
 

ÚNICO BRASILEIRO CITADO ENTRE PESQUISADORES INTERCULTURAIS  - 1985

 

O  jornalista,  professor  e pesquisador  Sérgio Mattos, doutor em Comunicação pela Universidade do Texas, Estados Unidos, foi o único brasileiro a ser incluído no livro World Researchers and Research in Intercultural Communication, de autoria de Robert Shuter, publicado no ano de 1985. Este foi o primeiro livro a listar globalmente os pesquisadores e suas pesquisas na área da comunicação intercultural; O livro fornece dados sobre quatrocentos pesquisadores de 46 países e apresenta informações sobre 680 estudos interculturais da área da comunicação, dos quais dois são de Sérgio Mattos