Antologia Poética  

Revista Experimental 50 anos depois

Autores (participantes):  Sérgio Mattos, Alcir Neves dos Santos, Céu Brandão, Ivan Dorea Cancio Soares (Organizador), Luiz Fernando Dorea Hupsel de Oliveira e Thadeu J. Cruz

Prefácio: Gláucia Lemos

Posfácio? Geraldo Leony Machado

Editora: JM Gráfica e Editora

Ano: 2018

Páginas: 168

ISBN: 978-85-5515-027-2

“Publicar  EXPERIMENTAL nos idos do séculos passado, em 1968, revista de poesias, em plena efervescência política, quando nas Universidades fervia aquele ideal de heroísmo que costuma espocar nos espíritos quando nas faces desabrocham as primeiras espinhas e todos – ou quase todos – os jovens sentem-se potenciais heróis prontos a se deixar imolar pela pátria amada... E querer lutar uma luta muitas vezes inconseqüente, porque idealizada sem certezas... Em clima sem paz, sem lirismo, criar uma revista de poesias... Assim brotou EXPERIMENTAL, da coragem de sonhar de quatro jovens que batalhavam sua própria formação universitária. [...] De uma hora para outra, são 50 anos, e os meninos de EXPERIMENTAL, dão-se conta de que são senhores de cabelos brancos, profissionais, chefes de família, a comemorar cinco decênios de um sonho realizado.”

 

Gláucia Lemos

(Da Academia de Letras da Bahia

(Trecho do prefácio do livro

FOCUS  ANTOLOGIA POÉTICA 2008

Autor: Sérgio Mattos/ participação

Editora: Karios/ Ivan Almeida (organizador)

Ano: 2008

Páginas: 179-186

ISBN: 978-85-7239-031-6

A FOCUS  Antologia poética 2008 foi publicada pela Editora Kairos em homenagem ao poeta Antonio Frederico de Castro Alves. A antologia, organizada pelo jornalista e poeta  Ivan de Almeida, reúne 22 poetas de gerações diferentes  e conta com capa de  da artista plástica Marcia Magno e prefácio de Germano Dias Machado.

Geopoemas

AUTOR: Sérgio Mattos (participação no livro organizado por LUIZ ANGELICO DA COSTA)
Editora: EDUFBA
Ano: 2007
paginas: 178
ISBN: 978-85-232-0475-4

 

Geopoemas (Geopoems) é uma antologia poética bilíngue (português/inglês) que reúne 21 autores (dentre eles, Sérgio Mattos)  e cinco tradutores. A antologia foi organizada pelo poeta e  professor Luiz Angélico da Costa  com o objetivo  de “resgatar uma dívida consigo mesmo na qualidade de fruidor da obra dos poetas de sua terra e resolveu homenageá-los por ocasião dos 60 anos de fundação da Universidade Federal da Bahia, esperando assim homenagear também sua  Universidade, com a qual, de variadas maneiras, todos os participantes deste livro, de uma forma ou de outra, estamos  ou já estivemos relacionados”.  A Capa do livro é de autoria de do artista plástico Ângelo Roberto e o prefácio leva a assinatura da professora Evelina Hoisel.

A poesia baiana no século XX

Autor: Sérgio Mattos (Participação, páginas 216-218)
Editora: IMAGO/Rio de Janeiro e Fundação Cultural da Bahia(Salvador)
Ano: 1999
Páginas: 296
ISBN:  85-312-0665-0

Poetas na Manga do Paletó   –    Desde o seu lançamento, o projeto do MAPEAMENTO POÈTICO BRASILEIRO  tem recebido críticas de todo jaez – as sinceras, as enciumadas e até as apressadas – onde “lacunas” e “omissões” são apontadas, sempre indicando a falta de algum poeta em cada coletânea estadual. Alguns críticos já começam a avaliação de cada antologia com a predisposição de apontar “omissões imperdoáveis”, citando sempre autores pouco conhecidos. Estes críticos procuram aparecer como conhecedores dos poetas de seus próprios guetos culturais.

Esta atitude apressada não permite a leitura correta das antologias, determinando o desprezo pelas introduções e verbetes relacionados com cada poeta antologiado. Nestas introduções os critérios que têm me orientado ficaram claramente definidos. Meu trabalho é resultado de pesquisa, em um país sem bibliotecas devidamente aparelhadas. Um verdadeiro garimpo no campo.

Neste sentido não há “omissões” ou “lacunas”. Os poetas que vivem na manga do paletó do crítico literário não podem ser apontados como “omissões imperdoáveis”. É preciso entender que na ordem cronológica na qual estão alinhados, desde o início do século até os dias de hoje, as gerações de poetas vão se sucedendo, com representantes de cada fase, identificada no período. Assim, aqueles que aparecem nas antologias cobrem – na dimensão estética e historiográfica – as supostas “omissões”.

O projeto do MAPEAMENTO POÉTICO BRASILEIRO, como um todo, não tem a pretensão de construir antologias exaustivas, mas seletivas e representativas dos poetas no século XX, atendendo a critérios claramente estabelecidos.

ASSIS BRASIL
            
  (Organizador da antologia, nas orelhas do livro)

Poetry anthology

Author: Sérgio Mattos
Publisher: University Students in USA
Year : 1980
Book:  338 pages

Sérgio Mattos participated in this poetic anthology, organized and published by university students in the United States, with three poems that were selected. The anthology is characterized as an alternative publication, with the participation of dozens of poets, who at the time were enrolled in undergraduate or graduate courses at North American universities.

 

Sérgio Mattos participou desta Antologia Poética, organizada e publicada por estudantes universitários, nos Estados Unidos, com três poemas que foram selecionados. A antologia caracteriza-se como uma publicação alternativa, com a participação de dezenas de poetas, que na época estavam matriculados em cursos, de graduação ou de pós-graduação, de universidades norte-americanas.

Retina

Autor: Sérgio Mattos/ participação

Editora:

Ano: 1975

Páginas:91 a 123 

ISBN: 

PUREZA ANÔNIMA

RETINA, Antologia poética lançada em 1975, reúne cinco poetas: Vera Mattos, Santos Gonzaga, Lusmar Oliveira e Vera Gondim. O livro com 160 páginas está dividida em cinco partes  e cada uma recebeu um título, como se fosse um livro. A parte de Sérgio Mattos, com apresentação do poeta  Fred Souza Castro, intitula-se “Pureza Anônima” e reúne 13 poemas.

Cinco poetas contemporâneos

Autor: Sérgio Mattos/participação
Editora: Edições Contemp
Ano: 1974
Páginas: 13-24

“É a poesia um dos meios mais eficientes de difusão cultural. E quando os poemas são feitos por poetas jovens – poetas contemporâneos – maior significação alcançam, bem como maior é a responsabilidade, pois muito mais terão de transmitir. Acabaram-se os rigores formais em beneficio do conteúdo da criatividade. Importam, agora, sobretudo, as experiências dos poetas, seu mundo, sua vida, seu entendimento da obra da arte – sua participação social. E não basta que reúnam poetas com a mesma idade biológica, mas sim a mesma idade mental e intelectual. É precisamente o que ocorre com Cinco Poetas Contemporâneos, livro que compila trabalhos de cinco poetas, nascidos em épocas diversas, e que, ainda assim, têm, em caráter unitário, a sensação exata da necessidade  da participação altruísta da poesia, numa cidade que começa a ficar sem rima.”

Nilton Correia, no  Jornal da Bahia

(Trecho da orelha do livro, 05-07-1974)

Sitientibus

Autor: Sérgio Mattos (participação, pp.154-155)
Editora: Universidade Estadual de Feira de Santana
Ano:   1997
Paginas : 179
ISSN:  0101-8841  

Sitientibus – Revista da Universidade Estadual de Feira de Santana foi criada no ano de 1982 e desde então circula com periodicidade semestral. Neste número 16, referente ao período de janeiro-junho de 1997, a seção “Criação Literária”, que ocupa 28 páginas do periódico publicou dois poemas de Sergio Mattos.

Sitientibus

Autor: Sérgio Mattos (participação, pp.125-127)
Editora: Universidade Estadual de Feira de Santana
Ano:   1983
Paginas : 200
ISSN:  0101-8841  

Sitientibus – Revista da Universidade Estadual de Feira de Santana foi criada no ano de 1982 e circula com periodicidade semestral com uma tiragem de mil exemplares. Neste número 03, referente ao período de julho-dezembro de 1983, a seção “Criação Literária”, que ocupa 53 páginas do periódico, publicou quatro poemas de Sérgio Mattos, ao lado de outros poetas.

Experimental 3

Autor: Sérgio Mattos (Participação na revista Experimental 3)
editora: Era Nova
Ano: 1969
páginas: 32.

O terceiro e último número da Revista de Poesias Experimental 3 circulou, em setembro de 1969, com a participação de onze poetas e com capa especial criada pelo artista plástico e gravado baiano Mestre Calasans Neto. Neste número foram publicados cinco poemas de Sergio Mattos.

Experimental 2

Autor: Sérgio Mattos (participação na revista Experimental 2 )
Editora: Era Nova
Ano: 1969
Páginas:  28

Em janeiro de 1969, o segundo número da Revista de Poesias EXPERIMENTAL  foi publicada com a participação de  sete poetas: Gilza Borges, Ivan Dorea Soares , Sérgio Mattos, Alcir N. dos Santos, Amarílio Mattos, Emerson Palmeira e Thadeu J. Cruz.

Experimental 1

Autor: Sérgio Mattos (participação em Experimental 1)
Editora: Era Nova
Ano: 1968
Paginas: 32

Sob o patrocínio da Editora Era Nova, da Arquidiocese do Salvador, o primeiro número da Revista de Poesias Experimental, dirigida pelos poetas Ivan Dorea Soares, Sérgio Mattos e secretariada por Thadeu J. Cruz,  foi lançada na Livraria Pindorama, em setembro de 1968, reunindo quatro poetas.